Dicas para transformar a ficada em namoro sério!

Imagem

Já se passaram muitos encontros, cinemas e barzinhos. Você já dormiu na casa dele algumas vezes – e está quase “esquecendo” uma escova de dentes lá. O beijo e o sexo só melhoram. Vocês conversam por horas e têm o mesmo senso de humor. E toda vez que o gato a deixa em casa a sensação é de que não há nenhum casal mais perfeito que vocês dois. Opa! Espera! Casal? Vocês ainda não são oficialmente um casal.

Quase todo relacionamento passa por um momento de indefinição no começo – quando você não sabe se aceita o convite de viajar na Páscoa com suas amigas ou programa uma escapadinha romântica para a serra só com ele. “Muitas mulheres se privam de outros encontros e de compromissos na vida social porque acham que estão namorando. Mas para o cara estão apenas se conhecendo. Chamo isso de síndrome da mulher que namora sozinha”, diz a escritora paulistana Renata Rode, autora do livro Separado, e Daí? (Parêntese). Se você está vivendo essa angústia – que, a gente sabe, pode ser enlouquecedora -, tente relaxar. Mais importante que um título é estar com um cara de quem goste e que a faça feliz. O resto, na maioria das vezes, vem com o tempo.

Jogada ensaiada

O segredo da mudança de status está no equilíbrio entre pressão e paciência. A advogada gaúcha Glória Viero, 27 anos, passou seis meses ficando com Fabiano, 29 anos, até ser chamada de namorada. “A gente se curtia e eu percebia isso quando estava com ele. Mas nunca chegava a hora de me apresentar à família.” Uma vez ela resolveu terminar o casinho e sair sozinha. Por coincidência, encontrou o cara na mesma festa. “No dia seguinte ele me ligou dizendo que queria namorar. Mas só fui apresentada oficialmente à família quando ele teve hérnia de disco – o que pra mim foi ótimo [risos] – e fui visitá-lo.”

Antes de torcer para que seu affair tenha uma crise de gastrite, tente enxergar a situação pelo ponto de vista dele. O namorado da Glória, por exemplo, tinha acabado de sair de um relacionamento complicado. “Foi importante mostrar que ele não teria mais um namoro chato, que continuaria aproveitando a vida, mas ao meu lado!”, diz a advogada, que namora oficialmente há quatro anos. Tentar se colocar no lugar do cara também ajuda a fazer uma análise das suas atitudes. A psicóloga Olga Tessari, de São Paulo, dá um puxão de orelha em quem acha que o problema é sempre deles. Se a cada dia mais mulheres reclamam da dificuldade de encontrar homens legais que queiram se comprometer, essa mesma preocupação pode espantar pretendentes. “Elas não param para pensar que também assustam os homens com suas exigências e cobranças, muitas vezes descabidas, além de suas atitudes possessivas e maternais”, afirma Olga. Não custa nada dar uma olhada nas atitudes que afugentam os caras.

O lado deles

Exagerar nas declarações de amor e no ciúme pode assustar os homens quando estão na confortável posição de ficantes. Controle a ansiedade. “É ótimo quando os dois estão à vontade e as vidas se encaixam de forma natural. Você sente necessidade de ter aquela pessoa ao lado porque fica mais feliz quando ela está perto”, diz o engenheiro de computação Evandro Saroka, 30 anos, de São Paulo, solteiro há seis meses.

Mas nada impede que você mostre o que quer. Se cansar de enrolação, que tal pedir o cara em namoro? Com jeitinho, claro. Nada de colocar o moço na parede com frases do tipo “Ou a gente namora ou não precisa mais me ligar!” O analista de sistemas Fernando Buranello, 27 anos, de Penápolis (SP), admite que ficaria surpreso com a atitude, mas admiraria a coragem. “Se estivesse curtindo e já ficando há um bom tempo, aceitaria, claro!” Evandro acredita que há sobrevida para o casinho mesmo se a resposta for negativa. “Se eu não estivesse a fim, daria meus argumentos. Dependendo da reação dela ao meu não, poderíamos continuar a ficar.” Mas aí a escolha é sua. O que coloca você em uma posição bem mais confortável do que aquela indecisão inicial.

Como saber que está ficando sério

Entenda o que o gato está escondendo nas entrelinhas

Se ele diz – “Eu gosto de você.”
Quer dizer – “Acho que estou apaixonado, mas se disser isso não posso voltar atrás.”

Ele diz – “Não tem nada errado comigo. Eu estou bem.”
Ele quer dizer – “Sei que você quer conversar. Mas tive um dia difícil. Quero chegar em casa, ver o jogo, tomar uma cerveja e dormir.”

Ele diz – “Talvez a gente deva ir um pouco mais devagar.”
Ele quer dizer – “Talvez VOCÊ deva ir mais devagar.”

Ele diz – “Não sei o que quero.”
Ele quer dizer – “Não quero você.”

Ele diz – “Namorada.”
Ele quer dizer – “Pode me chamar de amor e pedir ajuda quando seu carro enguiçar.”

Faça a coisa certa

Atitudes que ajudam a mudar seu estado civil

Situação – O gato avisa que vai sair para beber com os amigos da faculdade.
Futura namorada – Desencanada, diz: “Divirta-se e beba uma por mim!”
Futura solteira – Começa a cobrar: “Quem vai com você? Que horas vai voltar? Vai ter mulher junto?”

Situação – Ele anuncia que tem um almoço de família.
Futura namorada – “Beleza! Marquei um chope com a Luana e a Carol. Se quiser fazer algo mais tarde, me dá um toque.”
Futura solteira – Intima: “Quando vou conhecer seus pais, hein?”

Situação – Na balada, uma amiga dele (linda, claro) o abraça cheia de intimidade.
Futura namorada – Se apresenta e faz um elogio. “Que lindo seu vestido/cabelo/cor de esmalte.”
Futura solteira – Puxa-o para um canto e começa uma DR: “Vocês já ficaram?”

Situação – Ele combina um futebol com os amigos no meio da tarde de domingo.
Futura namorada – Manda um SMS dizendo “Faz um gol para mim!”
Futura solteira – Chega de surpresa na partida e faz a animadora de torcida, constrangendo o rapaz.

FONTE: http://mdemulher.abril.com.br

Publicado em 13/03/2013

Reportagem: Bárbara dos Anjos Lima e Camila Borowsky

[]’s

http://www.galanteio.com.br

Anúncios

Marcado:

Um pensamento sobre “Dicas para transformar a ficada em namoro sério!

  1. […] Dicas para transformar a ficada em namoro sério!. […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: